AAAPV

Caminhões pesados passarão por novos testes de impacto

Programa europeu de segurança, o Euro NCAP, começa a testar caminhões com o objetivo de reduzir acidentes com evolução tecnológica

Por Estradão

O Euro NCAP fornece aos consumidores informações sobre segurança dos automóveis. Porém, a organização anuncia a expansão de sua área de atuação. Dessa forma, os caminhões pesados passam a fazer parte dos testes desenvolvidos pela entidade. 

A novidade é uma resposta aos dados de acidentes envolvendo caminhões nas estradas europeias. Embora esses veículos representam apenas 3% da frota que circula nas rodovias do velho continente, eles estão envolvidos em 15% das mortes que ocorrem no trânsito em toda a União Europeia.

Por essa razão, a organização, com intuito de fornecer informações de segurança detalhada dos veículos pesados, criou um relatório. Trata-se do Safer Trucks: on the Road to Vision Zero, com o novo esquema de classificação Truck Safe.

Assim, ele permitirá que todos os integrantes da indústria, de fabricantes aos clientes, bem como pessoas interessadas no transporte de carga, identifiquem o nível de segurança dos veículos.

Segurança padrão NCAP

De acordo com o Euro NCAP isso pode elevar a segurança, sobretudo dos condutores. Além disso, incentivar o desenvolvimento e a evolução tecnológica. Permitindo aos fabricantes inovar e melhorar a sua oferta de produtos, baseando-se nos princípios do Euro NCAP. Algo que já ocorre nos automóveis.

Euro NCAP vai avaliar a segurança dos caminhões e divulgar relatórios, assim como faz com automóveis

Do mesmo modo, as autoridades públicas podem determinar com mais facilidade as especificações dos veículos. Assim como o que eles necessitam entregar para garantir a segurança viária.

As tecnologias avançadas de assistência ao condutor são padrão na maioria dos automóveis na Europa. E contribuem para a redução de mais de 40% em alguns acidentes.

Todavia, conforme o Euro NCAP, os caminhões pesados ​​passam pelos mesmos acidentes. Mas nem todos contam com tecnologias instaladas. E a justificativa é o elevado preço que as ferramentas agregam ao veículo.

“Acreditamos que a criação de um mercado onde a escolha mais rentável seja a de um veículo mais seguro será fundamental para o sucesso da segurança viária. E o Euro NCAP quer contribuir com isso. Incentivar iniciativas públicas e privadas, combinadas a um quadro de normas técnicas mais robustas. Onde o cliente vai naturalmente buscar por veículos mais seguros”, diz o secretário geral do Euro NCAP, Michiel van Ratingen.

Tecnologias focadas na aplicação

No entanto, conforme Ratingen, a mesma tecnologia não serve para todos os caminhões. Por exemplo, não faz sentido desenvolver uma tecnologia no caminhão que contribua para a segurança no ambiente urbano, se o veículo for direcionado ao transporte rural.

Em razão disso, a cartilha de segurança do Euro NCAP é inovadora. Em outras palavras, os caminhões serão testados por setores e terão como foco entrega urbana, distribuição rodoviária, transporte de longa distância e caminhões basculantes e de lixo. A primeira divulgação de classificações será anunciada em novembro deste ano.

Todavia, a entidade pretende que cada fabricante ofereça, dependendo da aplicação do caminhão, sistemas como Adaptação Inteligente de Velocidade (ISA), Frenagem Autônoma de Emergência (AEB), Sistemas de Apoio à Faixa de Rodagem (LSS), Sistemas de Monitoramento de Câmeras e Sistemas de Monitoramento de Faixa de Rodagem. Assistência de Manutenção (LKA).

À medida que os fabricantes respondem aos testes, os requisitos evoluem. Em 2027, serão exigidos maiores requisitos de segurança ativa em torno das manobras. Já em 2030, o Euro NCAP iniciará testes de colisão de caminhões para elevar o nível de segurança passiva.

Foto: Euro NCAP/Divulgação

Prezadas mútuas filiadas,

Informamos que a Assembleia Geral Ordinária da AAAPV, programada para o dia 10 de junho de 2024, mudou de data.

Agora, ela ocorrerá no dia 28 de junho de 2024 (sexta-feira). Para ter acesso ao edital de convocação com a alteração, acesse: