AAAPV

Distrito Federal tem alta de 36,8% nos roubos a residências em Junho

Os assaltos a residência estão cada vez mais violentos. No dia 28, sete pessoas de uma mesma família foram feitas reféns em Taguatinga

Por Nathália Cardim
Do portal Metrópoles

Os registros de roubo a residência no Distrito Federal tiveram alta em junho deste ano em relação ao mesmo período de 2016. Foram 57 ocorrências contra 78, um aumento de 36,8% no mês. As estatísticas divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social no dia 7 de julho confirmam a onda de insegurança que assusta os brasilienses, que não se sentem seguros nem dentro de casa.

Chama a atenção que os assaltos a residência estão cada vez mais violentos. No dia 28, por exemplo, sete pessoas de uma mesma família foram feitas reféns em Taguatinga, sob a mira de uma arma. A situação só não foi mais grave porque uma das pessoas conseguiu acessar o celular e acionar a polícia.

No dia 8, três assaltantes fizeram uma família refém na QL 4 do Lago Sul. O crime ocorreu em plena luz do dia, por volta das 11h40. O trio rendeu as vítimas. No local, havia uma mulher, que estava chegando na casa, duas crianças e três funcionários. Os moradores foram trancados em um dos banheiros do imóvel.

Os ladrões levaram joias, R$ 3 mil em dinheiro e uma televisão. Quando a Polícia Militar foi acionada, os bandidos já haviam deixado o local. Um deles estava armado. A família só foi liberada quando um jardineiro, que estava no fundo do quintal, abriu a porta do banheiro.

O diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba, explicou que é importante evitar situações que facilitem as ações dos bandidos. “O aumento pode ser atribuído a um conjunto de responsabilizações. Muito do que acompanhamos sobre roubo em residências é que os criminosos que invadem as casas não ficam muito tempo presos e voltam a praticar o crime. As pessoas deixam as residências vazias durante o dia e os bandidos vão aperfeiçoando a ação deles. Temos trabalhando para interromper esse ciclo e atuando com policiamento preventivo”, afirmou.

Foto: Reprodução/portal Metrópoles

Prezadas mútuas filiadas,

Informamos que a Assembleia Geral Ordinária da AAAPV, programada para o dia 10 de junho de 2024, mudou de data.

Agora, ela ocorrerá no dia 28 de junho de 2024 (sexta-feira). Para ter acesso ao edital de convocação com a alteração, acesse: