AAAPV

Parque: frequentadores reclamam de insegurança em Cuiabá

Por Aline Almeida
do Diário de Cuiabá

Um ponto turístico que atrai pessoas de diversas regiões, o Parque das Águas em Cuiabá se tornou um dos locais mais freqüentados da Capital. No entanto, o local também tem sido alvo de ações criminosas. A cada dia os relatos de furtos e roubos, principalmente nos veículos têm aumentado. O local inclusive já faz parte da página “Aonde não ir em Cuiabá”, exatamente pela insegurança relatada pelos freqüentadores.

A Prefeitura já estuda inclusive a contratação de vigilância privada para o local. “O secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, fez uma reunião com representantes da Secretaria Municipal de Ordem Pública e Secretaria de Estado de Segurança Pública, para reforçar a segurança no local. Porém, outras medidas, como a contratação de vigilantes para a área de estacionamento, estão sendo estudadas”, confirmou a assessoria de comunicação.

Uma das vítimas da ação dos bandidos foi o jornalista Willian Silva. No início do mês passado o jornalista foi ao parque para um passeio. Chegando ao estacionamento constatou que o veículo tinha sido arrombado. Segundo Willian os bandidos levaram a mochila com notebook e todos os documentos. Silva confirma que havia policiais no local, mas que eles não estavam em rondas, mas sim parados. “Deveriam fazer rondas, os estacionamentos são próximos a área verde e facilita a ação de bandidos. O número de policiais também é insuficiente para conter a ação dos bandidos”, afirma.

Na página “Aonde não ir em Cuiabá” os comentários sobre a insegurança no local dispararam após um homem relatar o arrombamento do carro. Ele afirma que foi ao parque no período da manhã, e os criminosos quebraram o vidro do veículo e furtaram objetos. Além do estepe do carro, o homem teve a mochila e materiais de trabalho levados. A vítima diz ainda que os diversos cacos de vidros no estacionamento deixam claro que a prática é corriqueira. “É isso aí… o negócio da prefeitura é colocar câmeras para te fiscalizar no trânsito e não nos parques para fazer sua segurança”, confirma trecho da publicação.

Outra vítima, uma mulher já havia publicado que foi ao local e quando chegou ao estacionamento viu um veículo com o vidro quebrado e a bolsa foi levada. “Sempre acontece isso e até agora ninguém tomou providências. Minha amiga foi caminhar e quando voltou não encontrou mais o carro dela. Lamentável ir num lugar desses que era para relaxar e desestressar, e volta com problemas maiores”, diz um dos comentários à publicação na página.

Foto: Reprodução

Prezadas mútuas filiadas,

Informamos que a Assembleia Geral Ordinária da AAAPV, programada para o dia 10 de junho de 2024, mudou de data.

Agora, ela ocorrerá no dia 28 de junho de 2024 (sexta-feira). Para ter acesso ao edital de convocação com a alteração, acesse: